Alta no faturamento da indústria de máquinas é explicada pela variação cambial

Alta no faturamento da indústria de máquinas é explicada pela variação cambial

terça-feira, 12 de maio de 2015

Rate this article:
No rating
O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), Carlos Pastoriza, relativizou a alta de 16,8% no faturamento do setor, em março, por causa da variação cambial. "Metade do nosso faturamento é em dólar ou em moeda forte, quando se transforma isso em real, para mostrar o ganho total do setor - em tempos como este em que o dólar subiu de cotação -, isso acaba inchando o faturamento, o que não significa que se tenha produzido mais", avaliou nesta quarta-feira (6/5), ao divulgar o balanço do setor.

Os dados mostram que as exportações representam cerca de 50% do faturamento, quando, normalmente, esse percentual é em torno de 30%. De acordo com Pastoriza, isso ocorre não pelo aumento das exportações, mas pela queda do mercado interno. Quando se avalia somente as vendas internas, o decréscimo é de 16,8%. Ele destacou que a produção física do setor tem ficado em patamar próximo ao do primeiro trimestre do ano passado. Além disso, apontou que a estimativa da Abimaq é de uma queda de 5% a 7% da produção neste ano.

"O que nós vendemos é investimento. Nós vendemos máquinas. No Brasil, por conta das incertezas políticas e econômicas, os nossos clientes estão com receio de fazer investimento. Então, ficam retraídos, e sentimos fortemente nas nossas vendas", disse Pastoriza. Ele citou, como exemplo, a queda nas vendas da Agrishow, feira de tecnologia agrícola, que ocorreu na semana passada. "É um setor que está muito bem, mas as vendas de máquinas caíram 30%. Apesar de os clientes terem ido à feira, eles dizem que não vão fazer investimento. É uma crise de expectativa", apontou.

Pastoriza informou que aguarda reunião com o presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, para tratar das perdas financeiras de empresas associadas à Abimaq, por causa da Operação Lava Jato. Ele explicou que empreiteiras investigadas deixaram de pagar os equipamentos adquiridos, por terem os contratos suspensos com a estatal. "Nos casos em que a empreiteira não consegue mais fazer pagamentos, que a Petrobras assuma o contrato, tome posse dos equipamentos, assuma o saldo a pagar e depois se entenda com a empreiteira para que haja acerto de contas entre eles. Não estamos propondo que a Petrobras tenha prejuízo", declarou.

Globo Rural

Number of views (2766)/Comments (0)

Tags:

Please login or register to post comments.

Suínos

Bovínos

Frango/Ovo

Leite e Derivados

Carne e Derivados

Madeira Cavaco

Mercado Financeiro

Cotação (máx)
R$ 3,00
AuroraSC
R$ 3,00
BRFSC
R$ 3,00
Pamplona
R$ 3,10
JBS
R$ 3,10
SC
R$ 3,40
PR
R$ 3,46
RS
R$ 3,50
MT
R$ 3,73
SP
R$ 4,10
GO
R$ 4,10
MG
R$ 24,88
Milho SP
R$ 25,75
Milho SC
R$ 55,68
Soja SP
R$ 59,00
Soja SC



Powered by BlueServer
O Site da Carne é um veículo de propriedade do Grupo Agro.

Endereço: Bairro Santa Maria, Rua Curitiba, 727d. CEP 89812150. Chapecó - SC.

Telefone: (49) 3304 - 9240.