DF: compra de carne bovina da agricultura familiar para alimentação escolar será premiada em Brasília

DF: compra de carne bovina da agricultura familiar para alimentação escolar será premiada em Brasília

terça-feira, 17 de outubro de 2017

Rate this article:
No rating

Brasília/DF

O projeto de Aquisição de Carne de Gado da Agricultura Familiar para o Programa Nacional da Alimentação Escolar (Pnae) de Dois Irmãos é uma das 25 experiências exitosas selecionadas, em todo o país, pelo Concurso de Boas Práticas de Agricultura Familiar para a Alimentação Escolar, promovido pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (Fnde).

A cidade de Dois Irmãos e outros dez municípios gaúchos selecionados apresentarão suas experiências nesta terça-feira (03), em Brasília, durante o 1º Congresso Internacional de Alimentação Escolar, que contará com a participação de cerca de 300 representantes de países da América Latina.

O prêmio consiste na seleção, divulgação e publicação das ações relatadas por gestores, nutricionistas, agricultores familiares, assistentes técnicos de Extensão Rural, conselheiros de alimentação escolar, pesquisadores, comunidade acadêmica e demais atores envolvidos. Na ocasião, será lançado o caderno “Boas Práticas de Agricultura Familiar para a Alimentação Escolar: criatividade e inovação na aplicação da Lei nº 11.947/2009”, composto pelos relatos das 25 experiências selecionadas. Os autores e gestores responsáveis pelas ações serão contemplados com uma placa comemorativa de reconhecimento e autorizados a utilizar um Selo de Premiação nos materiais de divulgação impressa ou eletrônica.

De acordo com o presidente do Fnde, Silvio Pinheiro, o principal objetivo do processo seletivo, que ocorreu em maio deste ano, foi incentivar e valorizar experiências exitosas da agricultura familiar no âmbito do Pnae. “Quando as secretarias estaduais e municipais de Educação investem em produtos de pequenos produtores, o desenvolvimento econômico da região é estimulado”, afirmou Pinheiro.

A iniciativa é uma parceria entre prefeituras, por meio das secretarias de Educação e Agricultura, do Conselho de Alimentação Escolar, do Conselho da Agricultura Familiar, do Frigorífico Regional, do Centro Integrado de Educação Complementar (contraturno) – Projeto Global, do Sindicato dos Trabalhadores Rurais e da Emater/RS-Ascar. Além de Dois Irmãos, as cidades gaúchas de Cacique Doble, São Lourenço do Sul, Feliz, Turuçu, Bento Gonçalves, Taquara, Machadinho, Nova Bassano, Gaurama e Três Cachoeiras também foram selecionadas e participarão do evento.

Garantia de mais sabor e qualidade à alimentação escolar
Mais sabor e qualidade à alimentação escolar da rede municipal de Dois Irmãos são garantidos por meio da compra de carne bovina da agricultura familiar. Mas não somente os estudantes saem ganhando com um produto fresco e mais saudável, como os agricultores que atendem à demanda e promovem uma ampliação de sua renda, além do próprio município, com o fortalecimento da economia local.

Uma das idealizadoras da proposta e diretora do Projeto Global, Denise Maria Maldaner, conta que, anteriormente, a carne de gado era comprada em cortes e por processo licitatório. “Mas devido às reclamações das escolas em relação ao mau cheiro e sabor da carne, ao alto custo pago pelo produto e, ainda, ao comprometimento com uma política de desenvolvimento local, o Conselho de Alimentação Escolar decidiu comprar o animal vivo para o abate direto de produtores rurais do município por meio da Chamada Pública do Pnae”, explicou.

A nutricionista da prefeitura, Ana Paula Gassen, afirma que, desde que a Administração Municipal passou a comprar a carne dos agricultores familiares locais, a qualidade melhorou muito. “A carne está sem gordura e sem mau cheiro. A cor está adequada e o gosto é saboroso, indicando ser de primeira qualidade e agradando ao paladar das crianças. Sem falar que a carne sem gordura é benéfica para a manutenção do peso e saúde dos escolares”, comemorou. “A carne é muito boa e macia. E parece de primeira, na verdade, acho que é”, avalia a estudante Amanda Becker, de 12 anos.

Até mesmo uma sala de manipulação de carnes (uma espécie de açougue) foi criada, dentro do Projeto Global, para a desossa e retirada da gordura do produto que chega diretamente da propriedade rural. O espaço conta com câmera fria, moedor de carne, facas, caixas térmicas, bancadas em inox, luvas de malha de aço, ar-condicionado e balança. “Não conheço iniciativa semelhante em outro lugar do país. Mas não posso garantir que somos os únicos. Creio que sejamos os pioneiros, mas alguém já pode ter implementado projeto semelhante”, supõe a diretora Denise.

Segundo o chefe do Escritório Municipal da Emater/RS-Ascar, Heitor Mena Barreto Filho, o serviço de abate é feito em um frigorífico inspecionado e a carcaça é levada à sala de manipulação do Projeto Global, de onde, depois, é encaminhada para toda a rede de educação em caixas térmicas. “O produtor recebe pelo peso de carne, sem contar gordura e pelancas”. Mena Barreto explica ainda que, antes do agricultor entregar o gado, é feito todo um trabalho para garantir a sanidade do animal. “O gado passa por testes de tuberculose e brucelose. Todo animal que vai para a merenda tem a garantia de estar saudável”.

Gado leiteiro na merenda escolar
O município não compra apenas gado de corte para a merenda escolar, mas também as vacas de descarte da produção leiteira do município. “Todos pensam que não é uma carne própria para consumo, mas a vaca de descarte não é animal velho de carne ruim, é apenas aquele que já não produz o suficiente”, explicou o agricultor Amadeu Rossa.

Para a nutricionista Ana Paula, a vantagem é que é uma carne com menos gordura, visto que o animal tem uma alimentação equilibrada. “Mesmo assim, a pouca gordura apresentada é retirada na sala de manipulação de carnes”.

Além de vantajoso para os estudantes pela qualidade da alimentação, o projeto também beneficia o agricultor familiar que vende a carne das vacas de descarte para a merenda escolar por um valor melhor do que para os açougues. “Quem acha que 20% é pouco é porque não sabe fazer cálculo. Para mim é muito”, avaliou Rossa. “É um projeto benéfico para todos, inclusive para a economia local. É garantia de qualidade e procedência da carne, que sabemos que está monitorada e inspecionada”, finalizou Mena Barreto.

Semana da Alimentação
Com a temática “Rumo à consciência alimentar”, a 15ª Semana da Alimentação do Rio Grande do Sul objetiva estimular reflexões e ações no sentido do que possa representar a consciência alimentar para pessoas, comunidades e organizações, tanto nos aspectos de demonstração do que está sendo feito no Estado e no país, como do que se pode e do que se deve fazer para geração e aperfeiçoamento de políticas públicas comprometidas no trato com o alimento.

Segundo a nutricionista e representante da Emater/RS-Ascar na organização do evento, Leila Guizzoni, a edição de 2017 será realizada de 16 (Dia Mundial da Alimentação) a 22 de outubro, com a participação de diversas entidades e instituições e um amplo programa que abriga, além da temática estabelecida pela Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO), outras importantes manifestações, debates e encaminhamentos a respeito da Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável. Para informações e agenda completa clique aqui.


Fonte: Emater/RS 

Number of views (213)/Comments (0)

Tags:

Please login or register to post comments.

Suínos

Bovínos

Frango/Ovo

Leite e Derivados

Carne e Derivados

Madeira Cavaco

Mercado Financeiro

Cotação (máx)
R$ 3,00
BRFSC
R$ 3,10
AuroraSC
R$ 3,10
JBS
R$ 3,10
Pamplona
R$ 3,68
MT
R$ 3,78
RS
R$ 3,80
SC
R$ 3,94
SP
R$ 4,00
PR
R$ 4,20
GO
R$ 4,20
MG
R$ 30,30
Milho SP
R$ 30,38
Milho SC
R$ 60,57
Soja SP
R$ 64,00
Soja SC



Powered by BlueServer
O Site da Carne é um veículo de propriedade do Grupo Agro.

Endereço: Bairro Santa Maria, Rua Curitiba, 727d. CEP 89812150. Chapecó - SC.

Telefone: (49) 3304 - 9240.