RS: qualidade da carne e pecuária de precisão são tópicos da Embrapa Pecuária Sul na Expointer

RS: qualidade da carne e pecuária de precisão são tópicos da Embrapa Pecuária Sul na Expointer

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Rate this article:
No rating

Unidade faz lançamento de livro da Rede Leite, apresenta cultivares de forrageiras e foca atuação em parceria com instituições públicas e privadas.


Esteio/RS

A Embrapa Pecuária Sul, Unidade descentralizada da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), trabalha em três grandes temas para sua participação na 40ª edição da Expointer: qualidade da carne, pecuária de precisão e apresentação de soluções tecnológicas já disponíveis para a pecuária de corte e de leite.

O evento ocorre entre os dias 26 de agosto a 3 de setembro de 2017, no Parque de Exposições Assis Brasil, localizado no município de Esteio, distante 25 km de Porto Alegre.

No espaço reservado à Embrapa no estande do Mapa, a Unidade apresenta as cultivares de Capim-Sudão (BRS Estribo), de Cornichão (Ursbrs Posteiro), de Trevo-vesiculoso (BRS Piquete) e de Trevo-branco (Brsurs Entrevero), todas com características de boa produção de forragem.

No Pavilhão Internacional, no Salão do Empreendedor, em uma parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul) e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/RS), a Unidade foca na temática Qualidade da Carne nos campos Sul-brasileiros. A partir do assunto, vão ser abordados diversos subtemas que interferem no produto final, como a qualidade genética, a base alimentar dos animais (pastagens naturais e cultivadas), manejo sanitário e reprodutivo e gestão da propriedade, entre outros. 

No Pavilhão de Ovinos e Bovinos de Corte, em uma parceria com o Senar/RS e Embrapa Gado de Corte, a Embrapa Pecuária Sul tratará sobre Pecuária de Precisão, a partir de abordagens de temas como pastagens, melhoramento genético, sanidade animal, reprodução e bem-estar animal. Nesse espaço, as apresentações técnicas ficam por conta dos pesquisadores da Embrapa Pecuária Sul Naylor Perez, Fernando Cardoso, Alessandro Minho, Bruna Sollero, Marcia Silveira, Marcos Yokoo e o analista Quintino Izidio, da Embrapa Gado de Corte.

Durante toda a feira, através de atuação conjunta dos membros das equipes da Embrapa Pecuária Sul e Senar/RS, serão promovidas oficinas técnicas para os participantes da exposição.

Lançamentos
Um dos destaques da participação da Embrapa Pecuária Sul, nesse ano, é o lançamento do Livro da Rede Leite, que expõe os detalhes de uma experiência exitosa de pesquisa-desenvolvimento em Sistemas de Produção com Atividade Leiteira no noroeste do Rio Grande do Sul, abrangendo 46 municípios da região, com envolvimento de um conjunto de instituições de ensino, pesquisa, extensão e organizações de agricultores, como: Embrapa Pecuária Sul, Embrapa Clima Temperado, Emater/RS-Ascar, Fepagro, Cooperfamiliar, Dalacto, Unijuí, Unicruz, Universidade de Santa Maria (Ufsm) e Instituto Federal Farroupilha.

O processo de trabalho da Rede Leite envolve, basicamente, três grandes linhas de atuação: o uso de Unidades de Observação para realização de ações de estudo e avaliação dos sistemas produtivos, reuniões de planejamento/problematização e eventos técnicos/demonstrativos envolvendo agricultores da região; o uso de Unidades de Experimentação Participativa para a realização de pesquisas com diferentes enfoques, especialmente tratando de pastagens, solos e produção animal, a partir das demandas identificadas conjuntamente; e a formação de Grupos Temáticos de trabalho em diversas áreas (Social, Forrageiras, Econômico, Fora da Porteira, Qualidade do Leite, Ambiental, Comunicação), visando à evolução conjunta das diversas ações, e a facilitação e estímulo à participação dos profissionais que atuam em áreas mais específicas.

A metodologia de trabalho foi eleita pelo Banco do Brasil como destaque em termos de Tecnologia Social.

Outro lançamento que conta com a participação da Unidade é a nova variedade de azevém BRS Integração, desenvolvida para atender a demanda dos produtores que realizam Integração Lavoura-Pecuária (ILP). Uma de suas principais características é o ciclo precoce, que possibilita a produção de mais pastagem em menor tempo, permitindo a ressemeadura natural ou colheita das sementes antes do estabelecimento de culturas de verão, como a soja, na mesma área.

A produtividade média obtida nos experimentos foi em torno de oito toneladas por hectares, com rápido estabelecimento da pastagem – em torno de 50 dias, se bem manejada. Outra característica importante é a tolerância ao acamamento. O colmo mais grosso dá suporte para o porte ereto, facilitando o corte mecânico e, consequentemente, o trabalho dos produtores que produzem forragem conservada, como silagem pré-secada ou feno.

A BRS Integração foi desenvolvida pelo Programa de Melhoramento de Azevém da Embrapa – com participação das Unidades Clima Temperado (Pelotas, RS), Gado de Leite (Juiz de Fora, MG), Pecuária Sul (Bagé, RS) e Trigo (Passo Fundo, RS) – no âmbito da parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) e a Associação Sul-Brasileira para o Fomento e a Pesquisa de Forrageiras (Sulpasto). Os experimentos e as recomendações com relação ao manejo foram desenvolvidos em parceria com a Universidade Federal de Pelotas (Ufpel).

Ambas as novidades vão ser apresentadas no sábado, dia 26 de agosto, às 13h, no Estande do Mapa, no Pavilhão Internacional. O livro da Rede Leite também vai ser apresentado em evento na Casa da Emater/RS-Ascar, no dia 1º de setembro, às 14h.

Agenda de palestras e reuniões
No dia 26 de agosto, às 10h, no espaço da Associação Brasileira de Brangus, os pesquisadores Marcos Yokoo e Joal Brazzale Leal participam da reunião do Conselho Técnico da Brangus.

No dia 28 de agosto, às 10h30min, na Casa da Integração e Negócios do Agro, dentro do Ciclo de Palestras da Alianza del Pastizal, a pesquisadora Élen Nalério apresenta palestra sobre “Características de carcaça e de carnes de animais terminados em sistema com base em campo nativo”.

No dia 29 de agosto, no Auditório da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação, às 9h15min, o pesquisador Alessandro Minho apresenta a palestra "Software para análise de risco de desenvolvimento de resistência parasitária em ovinos - Sara“.

Na Casa da Federacite, no dia 29 de agosto, às 9h45min, o pesquisador Danilo Sant’Anna apresenta palestra sobre o planejamento forrageiro na propriedade durante os 365 dias do ano.

No dia 29 de agosto, às 10h, na Arena do Conhecimento, dentro do Painel “Bem-estar animal e práticas de manejo racional aplicados à pecuária de corte”, a chefe de Transferência de Tecnologia da Unidade, Estefanía Damboriarena, fala sobre o programa Boas Práticas Agropecuárias (BPA) e como o trabalho contribui para o bem-estar animal na pecuária de corte.

Também na Arena do Conhecimento, no dia 30 de agosto, às 10h, dentro do Painel “A ovinocultura como negócio”, a pesquisadora Élen Nalério fala sobre inovação em produtos ovinos com foco na agregação de valor.

No dia 30 de agosto, às 19h, no espaço da Associação Brasileira de Criadores de Charolês, o pesquisador Marcos Yokoo ministra palestra sobre a PAC e prova de eficiência alimentar.

No dia 31 de agosto, às 10h, no espaço da Associação Brasileira de Hereford e Braford, os pesquisadores Marcos Yokoo e Joal Brazzale Leal participam da Reunião Técnica do PampaPlus.

Vitrine da Carne
No tradicional espaço Vitrine da Carne, no Salão do Empreendedor, a Unidade, em uma parceria com a Associação Brasileira de Criadores de Ovinos (Arco), também estará presente por meio da atuação da pesquisadora Élen Nalério. “Vamos trabalhar com diferentes cortes de carne ovina e bovina e como esses cortes podem ser melhor utilizados pelo consumidor, tentando divulgar cada vez mais a importância do consumo da carne bovina e ovina produzida no Rio Grande do Sul”, explicou o chefe-geral da Embrapa Pecuária Sul, Alexandre Varella.

A Expointer
A Expointer é reconhecida como um dos maiores eventos do mundo no gênero, sendo considerada a maior feira a céu aberto da América Latina. A exposição reúne as últimas novidades em tecnologia agropecuária e agroindustrial, com mostra das mais modernas máquinas, o melhor da genética e as raças de maior destaque criadas no Rio Grande do Sul.

Além da excelência da exposição, o evento proporciona uma diversidade de debates, seminários e workshops voltados aos diversos fatores relacionados à produção agropecuária.

O Parque de Exposições Assis Brasil oferece ampla infraestrutura para visitantes e expositores, distribuída em área de 141 hectares. Conta com 45,3 mil m² de pavilhões cobertos, 70 mil m² de área de exposição, nove espaços para leilões, auditórios, 19 locais para julgamentos, 10 mil vagas para estacionamento, postos médicos, restaurantes, agências bancárias e internet.


Fonte: Embrapa Pecuária Sul 

Number of views (731)/Comments (0)

Tags:

Please login or register to post comments.

Suínos

Bovínos

Frango/Ovo

Leite e Derivados

Carne e Derivados

Madeira Cavaco

Mercado Financeiro

Cotação (máx)
R$ 3,00
BRFSC
R$ 3,10
AuroraSC
R$ 3,10
JBS
R$ 3,10
Pamplona
R$ 3,29
MT
R$ 3,80
SC
R$ 3,85
RS
R$ 4,00
PR
R$ 4,30
GO
R$ 4,30
MG
R$ 4,32
SP
R$ 30,38
Milho SC
R$ 30,50
Milho SP
R$ 64,50
Soja SC
R$ 68,39
Soja SP



Powered by BlueServer
O Site da Carne é um veículo de propriedade do Grupo Agro.

Endereço: Bairro Santa Maria, Rua Curitiba, 727d. CEP 89812150. Chapecó - SC.

Telefone: (49) 3304 - 9240.